Artigos

 

Janeiro2015

Outubro2014

Agosto2014

Abril2014

Janeiro2014

Dezembro2013

Outubro2013

Setembro2013

Julho2013

Junho2013

Maio2013

Abril2013

Março2013

Fevereiro2013

Janeiro2013

Dezembro2012

Novembro2012

Outubro2012

Agosto2012

Julho2012

Junho2012

Maio2012

Abril2012

Março2012

Fevereiro2012

Janeiro2012

Dezembro2011

Novembro2011

Outubro2011

Setembro2011

Agosto2011

Julho2011

Junho2011

Maio2011

Abril2011

Março2011

Fevereiro2011

Janeiro2011

Dezembro2010

Novembro2010

Outubro2010

Setembro2010

Agosto2010

Julho2010

Dezembro2009

 

14.01.13 - 14:12 . Salão Detroit - Chevrolet apresenta o novo Corvette

Corvet

Prestes a completar 60 anos, o mítico Chevrolet Corvette chegou, enfim, a sétima geração. Grande estrela do Salão de Detroit, o superesportivo da General Motors foi totalmente revisado para voltar a brilhar em meio a máquinas da Ferrari e Lamborghini.

A inspiração para o novo modelo, quem diria, vem do passado. O Corvette agora “C7” também retoma o clássico nome Stingray, que acompanhou a segunda geração da série, considerada até hoje um dos modelos mais icônicos da GM, tanto pelo desempenho como pelo visual arrojado em plena década de 1960.

A nova geração evoluiu onde o modelo anterior pecava. A estrutura do carro agora é composta por materiais nobres, como alumínio e fibra de carbono, e a distribuição de peso do carro, que perdeu 45 kg, foi equilibrado na proporção 50/50, segundo a marca. Tal característica torna o veículo mais estável e assim seu desempenho melhora, principalmente no contorno de curvas em alta velocidade.

Outra parte do Corvette que também ficou mais leve foi o motor. De acordo com a “Chevy”, o bloco está 57% mais leve, graças a sua construção em alumínio especial. O propulsor é um 6.2 V8 capaz de gerar 450 cv e 62 kgfm de torque máximo. Já a transmissão pode ser automática sequencial de 6 velocidades ou manual com a insólita configuração de 7 marchas, algo muito raro – a Porsche já fez um câmbio assim.

Conforme dados da marca, o novo Corvette vai do 0 aos 100 km/h em 4 segundos e a velocidade máxima supera os 300 km/h. A GM também afirma ter melhorado o consumo de combustível, no caso gasolina, mas não diz exatamente quanto o carro consome nem quanto o “apetite” foi reduzido. Grande parte dessa evolução vem do sistema de gerenciamento do motor que desliga até quatro cilindros do bloco quando o carro roda em regimes mais econômicos, em baixa velocidade e piso plano.

A parte visual do carro, embora mantenha detalhes marcantes da série, também foi bastante modificado. O desenho é moderno e utiliza de linhas retas e muitos polígonos, lembrando em muito um carro ainda em fase conceitual. Também chama atenção os quatro canos de escapamentos centralizados na traseira e os faróis que aderiram a moda do LEDs, que podem ser acionados tanto a noite como de dia.

Já parte da linha 2014 da Chevrolet nos Estados Unidos, o novo Corvette começa a ser vendido somente no segundo semestre deste ano. A marca, porém, ainda não divulgou o preço de seu superesportivo de última geração nem quando começam as exportações.

Fonte: igcarros

Iron Blindados


  • R. Joaquim Manoel Macedo, 92 A
  • (11) 3392-3747

01136-010 - Barra funda

Iron Blindados


  • R. Joaquim Manoel Macedo, 92 A
  • (11) 3392-3747

01136-010 - Barra funda